Buscar
  • fredericopereira191

3 motivos para um Novo Milagre Econômico


3 motivos para um Novo Milagre Econômico
As famigeradas capas da The Economist

Se a gente vai falar da economia brasileira decolando, não tem como não lembrar dessas capas da The Economist kkkkkk


Mas, pelos 3 motivos relatados nesse texto, acredito que o momento agora é outro, ao contrário da época das capas, nós temos uma conjuntura realmente positiva pra próxima década.


Não vou ficar enrolando pra você ir até o final, vou ser claro, direto e nada polido; então lá vai os 3 motivos:


- ajuste na beira do abismo;

- Segunda Guerra Fria;

- pandemia 2020.


Parece até óbvio, mas se quiser entender, só continuar lendo, se não, boa sorte, mas vá embora sabendo que sou assessor de investimentos, se quiser conversar sobre isso, clique aqui.


Calma, não estou aqui vendendo nada, só compartilhando conteúdo, vou deixar links de contato pelo texto, mas é só isso mesmo. Vamos começar.


Ajuste na beira do abismo

3 motivos para um Novo Milagre Econômico
O efeito do Teto de Gastos na Despesa Primária deflacionada pelo IPCA

O primeiro motivo é o mais conhecido, nós somos craques em chegar na beira do abismo e dar meia volta com um ajuste que salva a economia.


Foi assim no governo Castelo Branco, logo depois do primeiro impeachment e agora está sendo depois do segundo impeachment.


A melhor ilustração está na imagem acima, o efeito do Teto de Gastos na evolução dos gastos públicos, depois de décadas de aumentos constantes, paramos pra acertar.


Mas não é só isso, o Congresso entrou numa agenda reformista nunca vista:


- reforma trabalhista;

- reforma da previdência;

- marco do saneamento;

- lei do gás;

- lei da liberdade econômica;

- independência do BC;

- PEC Emergencial;

- capitalização da Eletrobrás;

- privatização dos Correios;

- e tão discutindo administrativa, tributária e etc.


Uma lista dos destaques que lembrei agora desses últimos anos, e isso porque tivemos uma pandemia global nesse período, imagine se não tivesse.


Após ajustes como esse o Brasil tende a engatar uma década de prosperidade, basta olhar para os ciclos passados.


Faz 5 anos que começamos o ajuste atual e tivemos 1 ano perdido pela pandemia, podemos facilmente esperar pelo menos mais 5 anos de ciclo de alta.


Esse momento aliado ao próximo motivo já garantiria um Novo Milagre Econômico.


Ainda não é o suficiente para você lembrar que eu sou assessor de investimentos, então deixa o link pra próxima.


Segunda Guerra Fria

3 motivos para um Novo Milagre Econômico
Os presidentes das grandes potencias da Segunda Guerra Fria se comprimentando

Sim, você provavelmente viu muito pouco no Brasil sobre isso, mas o assunto está esquentando rápido lá fora.


Na verdade, para alguns intelectuais, como Niall Fergunson, os chineses já tem isso em vista a mais tempo e só agora os Aliados aceitaram o inevitável.


Acontece que, ao contrário da anterior, dessa vez as duas grandes potências tem uma economia de mercado e a disputa será majoritariamente econômica.


Ou seja, quem investe mais, quem gera mais emprego globalmente, quem tem mais crescimento econômico, enfim, quem se alavanca mais, vence.


Agora podemos voltar ao nosso assunto, porque nesse começo os investimentos serão focados em infraestrutura e geração de empregos.


Seja na China:


- bases militares locais e internacionais;

- desenvolvimento da Nova Rota da Seda;

- acesso a fontes alternativas de energia.


Seja nos EUA:


- reconstrução e modernização da infraestrutura do país;

- reconstrução da indústria local;

- fortalecimento dos Aliados (OTAN).


Você acertou se já tá pensando que isso demanda muita matéria prima e que o Brasil é o principal exportador de matéria prima.


Mais do que isso, a maior demonstração de pujança econômica de um país é a diminuição da pobreza, ascensão da classe média, é o povo tendo crescimento de renda.


Pessoas que passam a ter mais dinheiro começam a comer mais, ter mais higiene, etc; isso demanda mais comida, mais celulose.


Sim, você já entendeu, na primeira década de Segunda Guerra Fria, o principal beneficiado deve ser o Brasil, nossos setores mais competitivos vão ter demanda explodindo.


Um Novo Milagre Econômico já estava praticamente contratado, mas daí veio um acelerador.


Lembre-se que sou assessor de investimentos, querendo conversar sobre como aproveitar a próxima década, clique aqui.


Pandemia 2020

3 motivos para um Novo Milagre Econômico
Thanos aniquila metade da população do universo

Sem querer cair na ideia de fomentar uma tese de conspiração, como sugere a imagem kkkkk... se Thanos soubesse dos efeitos possíveis do ato dele, talvez percebesse que não era a melhor ideia.


Quem poderia imaginar que com um desastre como essa pandemia nós teríamos uma sequência espetacular de estímulos econômicos e aceleração de tendências?


A pandemia não só serviu para que os Aliados acordassem para a Segunda Guerra Fria, foi como os Nazistas invadindo a França, de repente a Europa acordou pro desastre.


Como forçou os Bancos Centrais, liderados pelo FED, a pisar no acelerador da máquina de imprimir dinheiro, 20% dos dólares impressos na história foram criados nos últimos 15 meses; e mais está por vir.


E acelerou tendências que demorariam anos pra se consolidar, como e-commerce, reuniões virtuais e 5G, além de muitas outras que a tecnologia nos ajuda a aumentar a produtividade.


O efeito dessas duas forças será sentido nos próximos anos, acelerando o crescimento e a produtividade, criando um momento mais do que propício para um Brasil em plena recuperação.


Temos tudo para ter um Novo Milagre Econômico, mas ainda tem a cereja do bolo.


Já entreguei o que prometi, lembre-se que sou assessor de investimentos, se quiser conversar, clique aqui.


Paulo Guedes e a abertura comercial

3 motivos para um Novo Milagre Econômico
Paulo Guedes na década de 70

Depois de 30 longos anos de governos à esquerda, com os últimos 16 sendo como uma extrema esquerda operando um MEGA esquema de corrupção, uma guinada à direita era até esperada, mas tinha tudo para cairmos numa extrema direita populista.


Mas dessa vez, finalmente, demos sorte, nosso populista de direita abraçou um economista liberal como seu ministro da economia, Paulo Guedes.


Além de evitar que o presidente e seus aliados tentassem as asneiras desenvolvimentistas que são comuns da direita e da esquerda brasileira, o ministro vem tentando entregar outra coisa.


Desde a década de 70, Paulo Guedes defende publicamente que o Brasil deveria mudar o "modelo econômico", em vez de manter juros altos com cambio baixo, protegendo a indústria nacional e prejudicando os exportadores, deveria buscar juros baixos e cambio alto, forçando a indústria a competir globalmente e beneficiando exportadores.


Não era uma invenção da cabeça dele, foi o que os asiáticos fizeram: Japão, Coréia, China, Taiwan, etc; atraíram capital estrangeiro e maximizaram suas exportações. Fizeram aberturas comerciais na marra, fazendo política monetária.


Os resultados são conhecidos, aumento dos investimentos, melhora da educação, aumento da produção, melhora da renda per capita, etc.


Se isso acontecer nos próximos anos (juros e câmbio já estão na direção certa), nós podemos, finalmente, aproveitar uma condição externa favorável e ascender economicamente na economia global e subir nossa renda per capita.


Depois das várias oportunidades perdidas, resta-nos torcer para que isso finalmente aconteça, me parece que as chances são boas. Oremos!


Lembre-se que sou assessor de investimentos, me envie uma mensagem, clique aqui!


Boa Sorte, invista em ações e um grande abraço!!!

89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo