Buscar
  • fredericopereira191

O que é um investimento?

Atualizado: 2 de Abr de 2019




É o ato de oferecer algum recurso em troca de um ativo que lhe renderá frutos no futuro.


Um exemplo: quando uma pessoa investe seu tempo, sua capacidade intelectual, sua disciplina, sua paciência, entre outras coisas, para obter um diploma de curso superior, ela faz isso acreditando que no futuro terá trabalho que lhe remunerará ao longo de muitos anos.


Logo, investimento não se resume a aplicar dinheiro em algum ativo, seja um imóvel, uma ação ou um título público, é um conceito mais amplo, que abrange todos os tipos de recursos possíveis, tanto os materiais (dinheiro, grãos, petróleo, presença física, ferramentas, etc), quanto os abstratos (capacidade intelectual, produção intelectual, trabalho, informação, etc).


Diferenciando de especulação


Especulação é o ato de negociar a compra e a venda de algum ativo com o intuito de obter lucros na diferença entre o preço da compra e o preço da venda.


Um exemplo: quando uma pessoa vai a uma feira popular com uma quantia de dinheiro (tem gente que faz sem dinheiro), compra uma mercadoria por um preço, espera por algum tempo, depois vende essa mercadoria por um preço maior do que o da compra. Já vi isso sendo feito com verduras, legumes, frutas, celulares, tablets, ações, opções, títulos públicos, entre outras coisas.


Para fixar a diferença: ao investir você compra um ativo que gerará renda ao longo dos anos, ao especular você espera auferir lucro ao fechar negócio no futuro.


Por que fazer um investimento?


Sendo bem simples e direto: investimos para sobreviver, para levar a vida que queremos, para garantir a nossa sobrevivência pelo maior tempo possível.


Imagine um leão e sua família, eles "possuem" a área em que estão localizados, nenhum outro animal (exceto humanos) ousa se aproximar daquela área e os que se aproximam são prováveis vítimas, alimento. Os leões investem a própria pele na proteção do local em que está a família e na caça aos alimentos.


Nos primórdios o ser humano arriscava a própria pele para se manter vivo e conseguir se alimentar, investia sua capacidade de raciocínio para conseguir sobreviver a um ambiente completamente hostil. Mesmo atualmente, existem seres humanos que não possuem outro recurso a não ser a própria vida, o trabalho e o tempo de que dispõe são os recursos que investem para conseguir alimentar a si mesmo e a sua família. Ou seja, investimos para sobreviver.


A partir do ponto em que garante a própria sobrevivência (comida, moradia, etc), algumas pessoas deixam de investir, outras passam a fazer investimentos para conseguir outras coisas, bens e experiências, outras passam a acumular para garantir a própria sobrevivência sem precisar investir tempo e trabalho, depende muito de cada pessoa.


Como fazer um investimento?


Os primeiros investimentos são quase automáticos, nós dedicamos nosso tempo e trabalho para conseguir dinheiro para pagar as contas do mês, que costumam ser dos itens vitais para sobrevivência. Esse investimento é uma questão de vontade própria.


Garantida a sobrevivência, as pessoas que resolvem ter melhor qualidade de vida ou ter renda suficiente para não passar a vida inteira investindo tempo e trabalho, passam a investir em capacidade intelectual, conhecimento, que costumam gerar mais rendimentos no futuro. Essa é uma forma inteligente de investir.


Garantindo o crescimento da renda, as pessoas passam a acumular recursos em forma de dinheiro, que precisa ser investido para gerar ainda mais frutos no futuro, esse é um avanço que poucos conseguem fazer, mas esses costumam ter ainda mais qualidade de vida que os demais.


Eu escrevi um livro para quem está começando a investir dinheiro, clique na imagem abaixo para saber mais.


Quando fazer um investimento?


Sempre, quanto mais tempo nós passamos investindo, mais frutos nós poderemos colher no futuro, quanto mais tempo você investe em cuidar da sua família, mais amor você gera dentro da sua família, quanto mais tempo você investe estudando para o seu trabalho, mais esse trabalho vai lhe gerar frutos.


O mesmo vale para investir dinheiro, quanto mais investimentos nós fazemos ao longo dos anos, mais dinheiro será gerado no futuro, a dinâmica é a mesma.


Analisando sob essa ótica, ser um investidor é uma filosofia de vida, você pode optar por ser uma pessoa que não investe, o que vai fazer com que você dependa apenas do seu trabalho manual e do tempo que tem disponível, ou você vai ser um investidor e construirá um patrimônio intelectual e financeiro que lhe renda frutos no futuro, o que te levará a não depender de trabalhar para conseguir sobreviver.


Onde fazer um investimento?


Onde você encontrar assimetria interessante entre ganhos e perdas, benefícios e custos.


Digamos que você não tenha nada, que só tenha tempo e habilidades manuais para oferecer em troca de dinheiro, então você vai investir naquilo que só requer tempo e habilidades manuais, muito provavelmente a melhor assimetria será em educação, para você começar a construir habilidades intelectuais que te permitam fazer mais dinheiro.


Mudando da água para o vinho, digamos que você seja um advogado bem-sucedido, com muito dinheiro acumulado, então você já tem condições de dedicar seu tempo a qualquer coisa que você quiser, você é livre! Mas o que garante essa liberdade são os rendimentos que esse dinheiro pode gerar, então você faz investimentos no mercado financeiro ou em negócios que vão lhe gerar os frutos que você precisa para financiar a sua liberdade.


Resumindo, investimentos são feitos de acordo com a nossa capacidade e a melhor assimetria que encontramos.



Cadastre seu e-mail e receba mais educação financeira, clique aqui!




9 visualizações
 

©2018 by Fred Pereira. Proudly created with Wix.com