Buscar
  • fredericopereira191

Reflexões da semana no mercado financeiro - 23/06/2019


Gráfico de preço do Ibovespa, pela primeira vez fechando acima de 102 mil pontos!

Sem delongas, vamos refletir sobre os fatos que marcaram a última semana e que são importantes para a próxima.


O objetivo é refletir sobre decisões para nossas carteiras de investimentos, tanto para os próximos 6 meses ou mais, quanto para oportunidades de curtíssimo prazo.



Juros caindo ao redor do mundo


Tudo indica que o BC Chileno deu início a mais um ciclo de baixa nas taxas de juros ao redor do mundo, ao surpreender a todos como uma redução inesperada e fundamentada na suposição de que a taxa de juros neutra, que nem aumenta nem diminui a inflação, está menor do que eles esperavam.


Importante observar que eles justificaram essa queda pelo crescimento dos serviços de compartilhamento que surgiram nos últimos anos, como Uber, Spotify e AirBnb, uma tese que rapidamente está ganhando adeptos. Ou seja, taxas de juros mais baixas podem ter um fundamento na nova economia.


Já na terça feira o mercado subiu bem no mundo inteiro, com Draghi reforçando o discurso de baixa da taxa de juros na Europa, o que continuou a acontecer durante a semana nos principais países, incluindo os principais: EUA, Reino Unido, Japão e China.


No Brasil não foi diferente, apesar do BC reforçar que não vai reduzir a taxa antes da reforma da previdência passar, já trouxe um comunicado mais "dovish", preparando o mercado para uma possível redução no próximo mês.


Para o investidor, é excelente ver todo o cenário otimista se confirmando no Brasil, já que a queda nos juros faz parte desse processo de melhora que se espera na economia. Não menos importante é ver as autoridades monetárias agindo para estimular a economia internacional, pois quanto mais tempo eles conseguirem manter a economia em crescimento lá fora, mais tempo o Brasil tem para recuperar o tempo perdido.


Para o especulador, foi uma excelente semana para os comprados, ao contrário deste que escreve, que não entendeu o que estava acontecendo a tempo, pois comecei a semana anterior achando que as bolsas iam ficar de lado ou cair, mas o cenário mudou completamente durante a semana.


G20: EUA X CHINA - teremos acordo?


Outra coisa que errei feio semana passada foi a percepção quanto à guerra comercial, falei por aqui (clique para ler) que esperava que Trump subisse "o tom" antes do encontro do G20, que ocorre no final dessa semana que se inicia, mas ele fez exatamente ao contrário.


Ligou pro Xi logo no começo da semana e foi pro Twitter anunciar que haviam voltado à mesa de negociação para tentar um acordo até o encontro do G20. Mas agora no final da semana colocaram mais 5 empresas chinesas na "lista negra".


Esse deve ser um dos principais assuntos do mercado na próxima semana, eventual acordo para pôr fim, ou atenuar, a guerra comercial pode ajudar a diminuir os temores quanto ao desempenho da economia internacional.


Para o investidor, é importante atentar para vantagem que nós temos ao investir em empresas que estejam mais ligadas ao mercado interno, que deve entrar em um ciclo de recuperação, em vez de investir em ativos que dependem muito da economia internacional, já que essa guerra comercial pode não ter data para acabar. O próprio desempenho da semana em que passou é um sinal disso, ações voltadas pro mercado interno já estão subindo mais.


Para o especulador, é bom ficar atento aos twitts de Mr. Trump, ele deve estar bastante ativo nessa semana que antecede esse importante encontro, negociando em um mercado que corresponde apenas a 2% do internacional, nós somos facilmente influenciados pelo humor dos principais índices internacionais.


A calmaria na Comissão Especial da Reforma da Previdência - está fácil demais!


Meu malvado favor... ops kkkk ... Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados

Na semana anterior postei nesse espaço que esperava volatilidade na bolsa, possivelmente uma baixa nos preços, porque começariam os debates na Comissão Especial da Reforma da Previdência, ledo engano.


As sessões estão acontecendo na mais absoluta tranquilidade, fazendo com que os líderes já cogitem votar o relatório na quarta, 26, desta semana, o que seria um avanço significativo, bem mais rápido do que o esperado.


A verdade é que essa semana deu um sinal forte de que Rodrigo Maia e os líderes do Centrão resolveram aprovar a Reforma, fechando a questão e acelerando o processo. Você pode não gostar dos caras, mas do jeito que vai, eles vão fazer um bem pro país!


Para o investidor, todo esse movimento dos congressistas é muito bem vindo, quanto antes uma boa reforma passar, mais cedo a equipe econômica do Executivo começa a avançar nos outros projetos, mais cedo o BC baixa os juros, mais fundos vão para a bolsa, mais investimento vem pro país!


Para o especulador, a continuação dessa aceleração no processo de aprovação da reforma deve nos dar uma boa perna de alta, se isso se somar a um acordo no G20, podemos ver subida forte, isso gera oportunidades. Mas, perceba que o contrário também é muito válido, qualquer surpresa muito negativa pode jogar um balde de água GELADA no mercado.


O Irã resolveu brincar com fogo!


Petroleiros pegando fogo no Estreito de Omã depois que ambos foram atacados por forças iranianas.

Ou, pelo menos foi isso que pareceu no primeiro momento, a ponto de Trump dar ordem para contra atacar, mas, felizmente, ele voltou atrás, alegando que mataria 150 vidas inocentes, apesar do boato inicial ser de que o ataque ao drone norte americano (dias depois dos navios) havia sido um engano. A verdade é que o episódio não ficou bem claro.


Para quem não sabe, um terço do petróleo bruto consumido no mundo passa pelo Estreito de Omã, então essa tensão por lá fez com que o preço do petróleo subisse forte durante a semana. Para piorar, essa tensão deve continuar ou aumentar, dependendo de como os iranianos reagirão a mais sanções norte americanas.


Para o investidor, o aumento no preço do petróleo pode gerar inflação ao redor do mundo, o que inviabilizaria ou retardaria a queda nas taxas de juros, o que não seria interessante, é bom torcer para que Mr. Trump resolva isso da forma como fez na Síria, de forma pontual e discreta.


Para o especulador, é bom ficar de olho nas ações de Petrobras, quanto mais o petróleo subir, melhor pra ela. Quanto mais rápida for a subida, melhor. Vale o mesmo para PRIO3 - PetroRio.


Enquanto escrevo, as notícias no mercado internacional tem o possível conflito como foco!


Mais um capítulo na novela "Gol x minoritários Smiles"


Essa semana tivemos mais uma recusa dos acionistas de Smiles à Gol, o que deve continuar acontecendo. Minha impressão é que vai acabar sendo decidido judicialmente. Mas a questão aqui não é o fato, é o exemplo.


Nunca gostei de Smiles justamente por essa dependência da Gol, uma empresa de aviação, um setor eternamente problemático. Onde muitos viam lucratividade enorme com poucos custos, eu via risco de controlador, risco de concentração.


O mesmo pode ser encontrado em outras empresas na bolsa, quando você vê uma empresa que tem um controlador problemático, ou que não tem transparência, ou que tem um histórico de desrespeito aos acionistas minoritários, tenha sempre um pé atrás.


O mesmo vale para empresas que dependam de um fornecedor, um cliente ou um contrato, o risco está muito concentrado. O mesmo vale para qualquer empresa baseada em um modelo de negócio ou avanço tecnológico que não tem barreira de entrada, o risco está implícito, fuja!



Conclusão


Fiquei feliz de ver o avanço do Ibov durante a semana, venho cantando essa bola a muito tempo. Acredito que está só começando, vejo 120 ou 130 mil pontos até o final de 2020. Até porque vejo China cedendo pros EUA, não vejo conflito acontecendo no Oriente Médio e, principalmente, vejo economia acelerando no Brasil, à medida que a agenda de Guedes vai avançando.


Começo a semana sem viés para especulação, porque a alta foi forte na semana que passou e tem G20 no fim de semana. Não acredito que o mercado vai subir rapidamente para 110 mil pontos, acho que teremos uns dias de "lateralização", já que devemos ter votação do relatório da reforma essa semana.


Me acompanha no Instagram (fred_pereira_lion), para acompanhar minhas especulações. Entre no grupo do Whatsapp (98 98785-2325) se quiser aprender sobre investimentos.



Uma ótima semana para você, muito obrigado por ler meu texto e boa sorte!



26 visualizações0 comentário
 

FRED FIGUEIREDO

São Luís, Brasil

  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook

©2018 by Fred Pereira. Proudly created with Wix.com