Buscar
  • fredericopereira191

Tyler Durden, de "Clube da Luta", é um minimalista


Brad Pitt como Tyler Durden no filme Clube da Luta

Mais um artigo em tradução livre do site theminimalists.com


“Clube da Luta” não é um filme sobre lutar: é uma narrativa sobre a vida, é sobre nós mesmos e as influências culturais e corporativas (ou talvez a confluência dos dois) que controlam nossas vidas. A seguir algumas das nossas citações minimalistas favoritas no filme.


1 – As coisas que você possui acabam por possuí-lo.


2 – É só depois que nós perdemos tudo que nós somos livres para fazer qualquer coisa.


3 – Você não é seu trabalho. Você não é quanto de dinheiro que tem no banco. Você não é o carro que dirige. Você não é o conteúdo da sua carteira. Você não é a porra da sua calça de cáqui. Você é a porcaria do mundo que tudo canta e dança.


4 – Rejeite as pressuposições básicas da civilização – especialmente a importância a posses materiais.


5 – Foda-se com as unidades de sofá e “padrõs de faixa verde”. Eu digo: nunca ser complet, eu digo: pare de ser perfeito, eu digo: vamos evoluir – deixe as fichas caírem onde elas puderem.


6 – O libertador que destruiu minha propriedade realinhou minhas percepções.


7 – Você sabe o que é um edredom? É um cobertor. Apenas um cobertor. Agora, porque caras como você e eu sabem o que é um cobertor? É essencial para a nossa sobrevivência, no sentido caçador-coletor da palavra? Não. O que nós somos? Nós somos consumidores. Somos o subproduto de uma obsessão pelo estilo de vida.


8 – Nós somos consumidores. Nós somos os subprodutos de uma obsessão pelo estilo de vida. Assassinato, crime, pobreza – essas coisas não me dizem respeito. O que me preocupa são revistas de celebridades, televisão com 500 canais, o nome de um cara na minha roupa de baixo. Rogaine, Olegra, Viagra ... foda-se Martha Stewart. Martha está polindo o latão do Titanic. Tudo está acabando, cara. Então vá se foder com suas unidades de sofá e padrões de linha verde.


9 – Cara, eu vi em Clube da Luta os homens mais fortes e inteligentes que já viveram. Eu vejo todo esse potencial, e vejo o desperdício. Porra, gerações inteiras bombeando gás, esperando mesas – escravos com colarinhos brancos. A publicidade nos faz perseguir carros e roupas, trabalhar em empregos que odiamos para poder comprar merdas que não precisamos. Nós somos os filhos do meio da história, cara: sem propósito ou lugar. Nós não temos uma grande guerra. Não há Grande Depressão. Nossa Grande Guerra é uma guerra espiritual; nossa Grande Depressão é a nossa vida. Nós todos fomos criados na televisão para acreditar que um dia nós seremos milionários, deuses do cinema e estrelas de rock. Mas não seremos. E estamos lentamente aprendendo esse fato. E estamos muito, muito chateados.


10 – O que você quer? Quer voltar para o trabalho de merda, porra mundo condomínio, assistindo sticoms? Foda-se – Eu não farei isso.


11 – Explicando o consumismo: somos todos parte da mesma pilha de compostagem.


12 – Desenhando um metáfora para a vida moderna orientada para o consumo: que embaraçoso – uma casa cheia de condimentos e nenhuma comida.


13 – Narrador, quando olha um anúncio da Calvin Klein no ônibus: é como um homem de verdade se parece?


14 – Foda-se o que você sabe, você precisa esquecer o que você sabe, esse é o seu problema. Esqueça o que você pensa que sabe sobre a vida, sobre amizade e especialmente sobre você e eu.


15 – Bater fundo não é um retiro de fim de semana. Não é um maldito seminário. Pare de tentar controlar tudo, simplesmente se solte! Solte!


16 – Sem dor, sem sacrifício, não teríamos nada.


17 – Somente depois do desastre podemos ressuscitar.


18 – Gente, o que você gostaria de ter feito antes de morrer?


19 – Depois que Raymond Hessel enfrenta a morte, mas vive: amanhã será o dia mais bonito da vida de Raymond Hessel. Seu café da manhã terá um sabor melhor do que qualquer refeição que você e eu já tenhamos provado.


20 – Falando consigo mesmo: Ei, você me criou – tome alguma responsabilidade!


21 – E a oitava e última regra – se esta é a sua primeira vez no Clube da Luta, você tem que lutar.


22 – Sugerindo que a maioria das experiências é, por natureza, morta: porra! Nós só tivemos uma experiência de quase vida, caras!


23 – “Colocar penas no rabo” não faz de você uma galinha.

24 – Hora de defender o que você acredita.


25 – Se você está lendo isso, então este aviso é para você: cada palavra que você ler dessa cópia fina inútil é um segundo da sua vida. Você não tem outras coisas para fazer? Sua vida é tão vazia que você honestamente não consegue pensar em um jeito melhor de gastar esses momentos? Ou você está tão impressionado com a autoridade que você dá respeito e credibilidade a todos que a reivindicam? Leu tudo o que deveria ler? Pensou em tudo o que deveria pensar? Compre o que você falou que queria? Saia do seu apartamento. Conheça um membro do sexo oposto. Pare o excesso de compras e a masturbação. Largue seu emprego. Comece uma briga. Prove que você está vivo. Se você não reivindicar sua humanidade, você se tornará uma estatística. Você foi avisado.


26 – Essa é a sua vida, que termina um minuto de cada vez.


Nós esperamos que essas dois últimos tópicos – assim como os 24 anteiores – façam você tomar uma atitude. Afinal de contas, esta é a sua vida, que termina um minuto de cada vez. Tome uma atitude. Agora.


Meus comentários!


Não assisti ao filme, então meus comentários são apenas sobre os tópicos acima, pode não ter muito a ver como o personagem, mas acho que as ideias são válidas.


Já passei por uma fase bem fudida na vida, excesso de grana e falta de ideias na cabeça. Meio que saí da adolescência sem ter virado um adulto de verdade.


Então acho que falo com conhecimento de causa quando afirmo que a pessoa pode entrar nessa vida consumista sem nem se dar conta do que está acontecendo, ela simplesmente vai no "deixa a vida me levar", o que é uma merda!


Mas nós somos humanos, podemos usar a razão para mudar nossos hábitos e, consequentemente, nossa vida.


Não acredito que valha ser muito consumista, mas muito minimalista também pode ser ruim; melhor você encontrar um meio termo que lhe faça viver em paz consigo mesmo e com sua família.


Não precisa ser um Tyler Durden para viver uma vida significativa.


Boa sorte!


Cadastre seu email aqui e receba mais educação financeira, clique aqui!

117 visualizações
 

©2018 by Fred Pereira. Proudly created with Wix.com